Conheça um pouco melhor Francico José Viegas, autor de “Se Eu Fosse… Nacionalidades”

Francisco José Viegas, que se estreou no género infantil com o livro Se Eu Fosse… Nacionalidades, publicado pela BOOKSMILE, dá a conhecer o seu mundo, a sua escrita, numa entrevista ao sítio SaraivaConteúdo.

O multipremiado escritor abordou também temas como a proximidade cultural entre Brasil e Portugal, fazendo um paralelo crítico-afetivo entre os dois países, principalmente no universo literário.

A BOOKSMILE deseja muito sucesso a João Lagos

É já amanhã que arranca a 21.ª edição do Estoril Open, e a BOOKSMILE deseja o maior sucesso a João Lagos, director do torneio, e que nos honrou com o prefácio do livro TOOTS Ténis.

capa tenis

É também mais uma excelente oportunidade para ver em acção aquele que é considerado, por muitos especialistas e amantes da modalidade, o melhor tenista de todos os tempos: Roger Federer.

E para quem não viu, aqui fica o vídeo daquele que será, talvez, o melhor ponto até hoje conquistado pelo suíço:

Robert Sabuda, o mestre do pop-up

Robert Sabuda é o mestre do pop-up, a arte de dobrar figuras de papel que ganham vida e saltam das páginas dos livros como que por magia.

Sabuda é neozelandês e do seu estúdio saem obras-primas como esta Alice no País das Maravilhas, cuja versão portuguesa foi editada em 2007 pela Gailivro:

Sabuda tem mais títulos editados em Portugal pela Gailivro e pela Assírio e Alvim (o excelente Dinossáurios). Mas tem ainda outros títulos excelentes que, por enquanto, só se arranjam lá fora.

Sabuda é obrigatório para qualquer entusiasta do género, mas há também outros mestres pop-up-eteiros que recomendo: Matthew Reinhart, discípulo de Sabuda, co-autor do referido Dinossáurios e autor do incrível Star Wars, e David A. Carter, pelos seus livros abstractos.

Na BOOKSMILE, ainda não editámos livros pop-up, mas encaixam-se perfeitamente na nossa estratégia editorial de livros que saltam à vista. A seu tempo.

Pianista na cultura

A crer no que circula já nas redacções dos jornais, Gabriela Canavilhas será a nova Ministra da Cultura da República Portuguesa.

Por ter nascido numa família onde se tocava – e toca – piano, por ter conhecido e convivido com alguém que fez carreira na área e saiu do País por considerar que se morre artisticamente por estas bandas, estou muito curioso por ver uma pianista desenvolver trabalho numa área mais geral que é a cultura.

 

A crer que é verdade…

 

 

Gabriela Canavilhas 3